sábado, 3 de novembro de 2018

CIRANDA

Ontem, enquanto tomava banho, veio à mente o pensamento "Como é fácil sentir-se triste na velhice!", pois estava meio triste, meio putão, "de bode", como na música "Nostradamus", do Eduardo Dusek. Aí fiquei mastigando a frase enquanto a água escorria sobre minha cabeça. Comecei a alterar a ordem e a trocar palavras como se quisesse lavar o sentido, para ver se saía alguma coisa melhor. A prova de que não saiu está aí abaixo.


Cada dado é uma palavra, cada palavra é um dado” (Sérgio Ricardo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário