segunda-feira, 29 de outubro de 2018

THE DAY AFTER

ACIMA DE TUDO
Considerando que o Brasil é um país laico, acredito que o slogan do candidato Bolsonaro (“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”) poderia ser modificado, para transformar-se no slogan do presidente eleito Bolsonaro.
Em respeito não só à religião e crenças dos cristãos católicos e não católicos, mas também às religiões e crenças dos espíritas, umbandistas, budistas, hinduístas, cientologistas, islâmicos, judeus, animistas, neopaganistas, seguidores da fé Bahá’i ou do candomblé e ainda à descrença de agnósticos e ateus, o slogan ficaria melhor assim:
BRASIL ACIMA DE TUDO, BRASILEIROS ACIMA DO BRASIL.
Porque o que realmente importa não é um “quintal circundado por cercas embandeiradas”, na feliz imagem de Raul Seixas/ Paulo Coelho, não é um país, mas o povo que nele vive. (só pra lembrar, eu sou católico praticante – apesar do livro “Sapiens”).


URBANIDADE
Eu era um jovem adulto quando vi pela última vez um comportamento que sempre achava bacana: eu e um senhor idoso de paletó, chapéu e aparência humilde caminhávamos pela mesma calçada, mas em sentidos opostos. Ao passar por mim, levantou ligeiramente o chapéu em uma discreta mesura e disse “Bom dia”. Nunca me esqueci da beleza contida daquele gesto antes tão comum!
Não precisamos mais usar chapéu, mas, a partir de agora, precisamos reaprender – e praticar – o significado de Civilidade. Em outras palavras, Educação, Respeito ao próximo, Cortesia, Gentileza, Polidez, Urbanidade.

2 comentários:

  1. Rapaz, pelo visto, o Sapiens deu uma boa duma sacudida em suas ideias, hein?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô!!! Como continuei precisando mais de Deus que ele de mim, tive de redimensionar um monte de coisas, mas não consegui tornar-me ateu. Virei um novo católico, talvez de um catolicismo só meu. Um católico mais impaciente, cético de quase tudo, mas católico. Talvez pior, talvez melhor, mas, certamente, mais infeliz.

      Excluir