terça-feira, 3 de julho de 2018

SÚPLICE

Alegria, não mais te reconheço

Medo, afaste-se só um pouco

Tristeza, não aguento mais

Saudade, não se aproxime

Dor, por favor, já basta

Vida, não mais te quero bem

E Você, Você que está a me espreitar,

Não se acanhe, pode chegar...

5 comentários:

  1. Acredito que saiba quem seja o "Você" do poema,aliás, conciso, direto, seco, bom.
    Conhece a música Canto Para a Minha Morte, do Raul Seixas? É uma das maiores declarações de amor que já ouvi.
    https://www.letras.mus.br/raul-seixas/48303/
    Ou a minha modesta :
    https://amarretadoazarao.blogspot.com/2011/11/hela-afinal.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O "Você" é a "indesejada das gentes", obviamente. Quanto ao restante, vou conferir, pois não conheço nenhum dos dois. Obrigado!

      Excluir
  2. em tempo : o título também foi muito bem escolhido.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, JB. E, sim, estou vivíssima da Silva Nogueira Prado. Tb ia falar que muito me agradou o título, mas cheguei tarde então é ipsis litteris.
    "J"

    ResponderExcluir